sexta-feira, 23 de março de 2007

Porque...


Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão
Porque os outros têm medo mas tu não

Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Porque se existe um poema que eu me revejo, esse poema é este...

Uma braçada amiga

10 comentários:

Sandra disse...

:))

é bem nino, "porque tu não" e "eu tambem não" :))

bonito poema q pracasu desconhecia.

xinhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus pa tu da lua

Pinguim Alegre disse...

Estás a ver Sandra, aprendeste alguma coisinha aqui com o Pinguim.

Bjs

Sandra disse...

:))

é a vidita caro pinguim, estamos sempre a aprender né?

xinhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus e bom fim de semana

nb - só n te bato pq tens óculos, aposto q escolhes te essa foto de prepósito...humpffffffff :))))

D'Aquela! disse...

Wee, não sabia que também gostavas de Sophia de Mello Breyner, mas só revela bom gosto...Sei bem a quem sais!=)
Por isso deixo-te um poema dela que eu adoro e que também faz rever-me nele:

Mais

Mais do que tudo, odeio
Tantas noites em flor da Primavera,
Transbordantes de apelos e de espera,
Mas donde nunca nada veio.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Espero que gostes também!=)
Beijinhooo

Lady_Cadinhas disse...

Obrigada pelo elogio ;)

Pinguim Alegre disse...

D'aquela, bem vejo que não me conheces muito bem... Tens de estar mais atenta...

Bjs

lady_cadinhas, nada de obrigado. O elogio foi merecido. Pois o poema que deixaste foi mto bonito.

Bjs

Anónimo disse...

ha uma frase que eu gosto especialmente e sei que tu tambem vais gostar, e qualquer coisa como isto:
- porque nada cai do ceu-VAI E FAZ
- em vez de ficares a lamentar- VAI E FAZ....
isto faz parte de uma peça de teatro que eu fui ver, e que no fim o actor gritava isto para o publico, ele dizia muitas frases que terminava sempre a gritar.... VAI E FAZ...
muito boa a peça
portanto aqui fica... para mim para ti e todos os que lerem isto....
NÃO TE ACOMODES VAI E FAZ.... NÃO FIQUES Á ESPERA
BEIJOS LILI

Pinguim Alegre disse...

Lili, já sabes bem que a frase se aplica a ti...

Pensa nisso... VAI E FAZ!

bjs

Zé Pedro disse...

Gostei muito deste poema e de todo o teu blog. Vim aqui parar através de uma pesquisa e fiquei muito bem impressionado com o teu blog. Parabéns. Vou criar um link pelo Catano, para passar mais assiduamente. Gostei mesmo !!!

Abraços do Catano !!!

Felizmente ou infelizmente, já nem sei, mas também me consigo rever no poema...

Pinguim Alegre disse...

Zé Pedro, ainda bem que gostaste, espero que voltes mais vezes. Já te linkei!

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.