terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Trágica ironia.



Quando.
Quando a tristeza é companheira.
Quando o sorriso é deserto.
Quando o abismo é horizonte.
Quando o céu é inatingivel.
Quando o tempo depressa corre.
Quando tento e não consigo.
Quando deixo de acreditar.
Quando sou e não quero.
Quando penso e não digo.
Quando choro sem motivo.
Quando falo e não sinto.
Quando não o vejo.
Quando não o oiço.
Quando as mãos já não se sabem lá.
Quando o corpo não se toca.
Quando os sentimentos estão congelados.
Quando as ideias se perderam.
Quando estou assim,sem forças.
Quando me sinto preso ao que não compreendo.
Quando a liberdade me sufoca.
Quando o hoje não passa.
Quando o amanhã não chega.
Quando o ontem não volta.
Quando.
Quando tu quiseres.

Uma braçada amiga

11 comentários:

Anónimo disse...

(Então,... cá vai)
Mas depois, um dia, quando abres a janela pela manhã, és surpreendida pelo cheiro da terra húmida, pelo chilrear dos pássaros, pela luz do dia que te aquece até à medula dos ossos!... Nessa altura (re)descobres que não há deserto sem oásis, noite sem dia, dor sem alegria! Nessa altura reparas no quanto és feliz, e agradeces.
Maria Ana

letaboboleta disse...

bigada pelo comentario de incentivo, mas sinto me mesmo mal....é que nem sei o que fazer, ando mt confusa podes crer! parace que tenho tudo nas minhas maos....e a verdade é que tenho mesmo e isso preocupa me muito mesmo....
quanto ao que escreves-te é bem verdade...quando damos por ela ja tudo passou e nao podemos fazer mais nada, a nao ser nnakilo que fixemos e nakilo que podiamos ter feito....
beijo
****letinha***

Gente comum disse...

psssst...
eu escreveria "TU" em vez de "tu" e entregava... sem medo...

Um beijo

Anónimo disse...

Letaboleta,
Crescer não é´"pêra doce"..... pode doer (e tanto!), mas não mata, fortifica! E podes ter muita coisa na tua mão, mas sossega, confia, porque nós nunca temos TUDO na nossa mão, não é assim?
1 Bj,
MA

Anónimo disse...

Ping,

Andei à pesca nos teus mares e descobri isto

http://eupadre.blogspot.com/

Os teus comentadores andam lá! Vai lá, q vale a pena.

Bjs,
Maria Ana

Anónimo disse...

Quer dizer, é só uma sugestão.... Peço desculpa se estou a lançar a linha em águas alheias!

E também usei o diminuitivo Ping.... esper n ter feito mal
Obrigada. Ou desculpa!
Maria Ana

Pinguim Alegre disse...

Maria Ana,

Isso acontece quando deixas de procurar "lá fora" as respostas que só tu podes dar...

bjs

Pinguim Alegre disse...

letaboboleta,

Sem agradecimentos! ;)

Mas repito o que disse... Confia!

bjs

Pinguim Alegre disse...

Gente comum,

tu e a tua fantástica subtileza!

:)

Bjs

Pinguim Alegre disse...

Maria Ana,

conheço o blog.

Na verdade, o diminuitivo de Pinguim Alegre é PA!
;)

Bjs

Anónimo disse...

Pinguim Alegre,

Se ainda fosse PingA.... mas como não é, prefiro o nome mesmo. Gosto mais:).

Agora despeço-me e não resisto a dizer porquê.... vamos ter um bébé!.... :))))))

Bj grande,
Maria Ana

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.