domingo, 20 de julho de 2008

Porque afinal... Não existem "almoços grátis"

Não corras para onde não queiras ir...
Não grites quando não te apetece dizer nada...
Não te prendas aquilo que nunca te segurou...
Não busques algo que não sabes se existe...
Não segures algo que nunca foi teu...
Não defendas a causa que nunca foi tua...
Não vivas a experiência que nunca passaste...
Não sintas o sentimento que não é teu...
Não argumentes sobre algo quando não tens opinião formada...
Não chores por algo que não percebes...
Não fiques quando as coisas à tua volta nada te dizem...
Não dês valor às coisas que não têm valor...
Não busques respostas quando não tens perguntas...
Não critiques quando não sabem nem podes fazer melhor...
Não olhes quando não queres ajudar...
Não faças algo quando não te apetece estender a mão...

Uma braçada amiga

17 comentários:

Anónimo disse...

Caro Pinguim,

Não tenho sido muito assídua no teu espaço.... chamo-me Mariana!

Permite-me voltar um pouco atrás.. (re)construirmo-nos ou olhar para a bússola da nossa vida para rectificarmos a nossa rota em direcção ao Norte, é bom! É o que nos faz crescer e sermos cada dia melhores, não é?

Depois de ler "somos um...", primeiro até tive vontade de chorar, como acho que qualquer pai/mãe teria, mas depois de ler os comentários dos teus amigos, pensei... haja amigos!

E agora, deixa-me dizer-te! Então depois de tantas e tão amigas palavras, escreves este?! Os amigos, às vezes, fazem coisas que não lhes apetece muito, mas fazem-no porque são amigos! É claro que no fim gostam, acham que fizeram o que deviam ter feito e isso deixa-os satisfeitos, mas, algumas vezes, "mexer o rabo" para ajudar o amigo não é uma daquelas coisas que apeteça mais naquele momento... às vezes apetecia-lhes fazer antes outras coisas.... e acabam por fazer para simplesmente DAR, "de graça"! Eu tenho amigos assim (e tu também!). Eu já fui amiga assim! E tu, não?

Um abraço forte,
Mariana (A.II)

Anónimo disse...

Conseguis-te que chorasse ao ler....

As vezes as emoções e as atitudes momentaneas, transmitem algo que não é o que realmente queremos transmitir......

Beijoooooo

Gente comum disse...

pssst!...
E se tirares o "Não" do início de cada frase?... (excepto o da "crítica")

Um grande beijo

Fa menor disse...

Tudo o que fizeres faz por amor e com gosto!
Não é preciso forçar nem sacrifícios... apenas amor!

Beijo

Pinguim Alegre disse...

Carissima Mariana,
confesso que gosto mais de te chamar pelo nome do que por A.II.
MAs gostos à parte, vamos ao que importa.

Na verdade, quando escrevi este texto "porque afinal..." ainda não tinha ecrito o anterior "somos um...", com isto quero-te dizer que neste espaço não existe um encadeamento lógico, apenas um emotivo...
E acredita que foi num dos piores momentos da minha vida, que percebi o quão preciosa é uma amizade, um sorriso, um abraço apertado e até um silêncio de um bom amigo. Por isso, dou graças por ter esse tesouro que são os amigos!
E respondendo à tua questão, tento ser um bom e fiel amigo... pelos motivos que já disse anteriormente.
E tantas vezes, é dificil, é complicado ser aquele amigo...

Mas o texto não é para os amigos, é antes para mim, que tantas vezes ando ao sabor do vento...

Uma auto-critica! :)

Beijos

Pinguim Alegre disse...

Querida anónima,

a vida quando partilhada em verdade e com verdade pode ter essa força...

um beijo enorme e muito doce

Pinguim Alegre disse...

Querida gente comum,

se o tirar... é capaz de perder a dimensão...

Mas percebo onde queres chegar.

Um enorme beijo

Pinguim Alegre disse...

Querida fá menor,

E quando não percebemos se é ou foi por amor ou obrigação?

o que fazemos?

Um enorme beijo

Gata Verde disse...

Querias....

Gente comum disse...

.. +e que eu gostava de te sentir mais... "sim"...
Beijo

Anónimo disse...

Caríssimo,
Ainda bem! Estou esclarecida e satisfeita! Não és um Pinguim ingrato e desnaturado! Já só falta mesmo um bocadinho de ti/do teu nome, (que se vê nas fotografias - são mm tuas e do teu filho, não são? - mas não nos teus textos) e que é a parte do alegre!!!.... Vá...

Um abraço forte,
Mariana

Pinguim Alegre disse...

Querida gata verde,

tentar não custa...

beijos grandes

Pinguim Alegre disse...

Querida gente comum,

quando um sim é um sim, então um não também deve ser um não...
Porque acima de tudo é uma questão de coerência e de verdade para com outros, mas acima de tudo para contigo!

Beijo enorme

Pinguim Alegre disse...

Carissima Mariana,

O meu nome?
Pinguim Alegre

Algumas fotos, sim...

Falar um pouco de mim? Mas cada texto fala um pouco de mim, são eles que te falam de quem os escreve...

Um beijo enorme

Anónimo disse...

Ó Excelentíssimo Pinguim,

V.Exa. percebeu mal,... naão eu é que não me fiz entender!.. O que eu queria não era saber o teu nome ou mais de ti!!!! O que queria era ver um lado mais alegre do teu nome, do Pinguim ALEGRE!!!!!!

:)
Um abraço forte e boas férias,
Mariana

Anónimo disse...

Só para completar a explicação:

É que a parte alegre vê-se nas fotos, mas não nos textos! Faço-me entender agora?!
Um abraço,
Mariana

Pinguim Alegre disse...

Olá Mariana!

Eu percebi, logo na primeira.
Eu passo a explicar, aquilo que aqui lês é aquilo que sinto, o meu blog é o lugar onde escrevo aquilo que não partilho com os outros, claro que falo pessoalmente.
Daí veres fotos minhas alegre e veres textos em que isso não é espelhado. Porém quer as fotos e textos são verdadeiros, pois são aquilo que sinto e vivo.

Um beijo grande

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.