sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Eis-me aqui...



Eis-me aqui, onde o tempo não dita regras,
Onde os problemas não tem importância,
Onde os sonhos são concretizáveis,
E onde tudo é belo porque é simples.

É aqui onde o natural e o humano se tocam,
que me encontro e me detenho
É aqui que se ouve o “grito” do oceano
e a euforia dos humanos.

Eis-me aqui…
Sem preocupações,
Sem ilusões,
sem tristezas,

É aqui sentado neste areal,
que escuto a voz do coração,
e reorganizo as minhas ideias.
É um encontro perfeito e disso não tenho a menor dúvida.

Ainda bem que aqui estou!

Uma braçada amiga

4 comentários:

Fa menor disse...

Ainda bem que estás onde te sentes bem! na beleza das coisas simples...

Bjinhos

Maria disse...

A vida é feita destas pequenas (grandes) coisas. Sem preocupações!!

Gostei de te ler!

Bjusssss

Pinguim Alegre disse...

Querida fá menor,

aprendemos a estar onde queremos, com quem queremos...
aprendemos a dar valor às coisas simples, quando nada temos!

:)

Bjs grandes

Pinguim Alegre disse...

Carissima maria,

se não formos fieis nas pequenas coisas, como seremos nas grandes?!?!

Bjs

p.s. volta sempre!

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.