sábado, 20 de setembro de 2008

Fragmentos...



Se eu tivesse a coragem,
para dizer tudo o que penso.

Se eu tivesse a certeza,
de saber qual é o caminho.

Se eu tivesse a convicção,
de que cada palavra é uma semente.

Se eu tivesse a necessidade,
de conter em mim toda a sabedoria.

Se eu tivesse a força,
de lutar por tudo aquilo que sonho e que acredito.

Se eu tivesse o poder,
de suportar a dor da tua ausência.

Se eu tivesse a consciência,
de que Tu vales mais, imensamente mais.

Se eu tivesse o discernimento,
de saber o que é verdade e ilusão.

Se eu tivesse a humildade,
de saber perdoar.

Se eu tivesse a fé,
do tamanho de um grão de areia.

Se eu tivesse a vontade,
de querer mudar de verdade.

A vida não seria fragmentada...

Uma braçada amiga

9 comentários:

Anónimo disse...

Não é facil dizer-se o que realmente se pensa, mas a que o fazer, pois so assim ficaremos bem com cada um de nos.
Quanto ao caminho a percorrer, nem sempre vamos pelo mais facil, mas acabamos por chegar....
Temos mesmo de ter força para lutar pelo que sonhamos pelo que acreditamos, se assim não for deixa de fazer sentido....
Humildade de perdoar, todos temos... podemos é não o querer fazer.....


Beijos

Fa menor disse...

Tantos SEs que muitas vezes não levam a bom porto!
Temos uma certeza. Há um porto seguro que nunca nos faltará se a Ele tivermos a humildade de nos acolhermos.

Beijinhos e boa semana, amigo meu!

Anónimo disse...

Olá Pinguim,

Tenho tido tanto afazeres que não tenho tido tempo de aqui vir!... Dizem que o tempo , se quisermos mesmo, arranjamo-lo, mas quando queremos fazer mais tempo para tantas coisas, ás vezes é dificil arranjar tempo para fazermos mais tempo!!!!

ao ler este texto, pensei várias coisas; pensei por exemplo que se existe 1 ditado que diz "em boca fechada, não entra mosca", é porque às vezes pensamos coisas que o melhor é nem sequer as dizer, por exemplo; pensei também que se conseguissemos tantas proezas, não éramos Homens, seriamos simplesmente super-homens; e depois pensei: ainda bem que não sabemos tudo, ainda bem que temos consciência do grãozinho (ou semente) que somos!

Se a vida não fosse, como tu dizes, feita de momentos altos e baixos, onde uma vezes achamos que valemos alguma coisa e outras achamos que não somo nada, será que isso seria VIDA? Não seria antes ilusão?

Para ti, que hoje "me arranjaste" tempo para pensar a vida, querido Pinguim, um abraço grande e apertado!
(Já estava com saudades deste momento; é o meu momento Kit Kat!)
Mariana

Gente comum disse...

Pede-LHE ajuda... e confia... só isso!
Quando o fizeres, Deus trata do resto, da forma que ELE sabe ser melhor para ti.
Confia... espera... reza...
Eu rezo contigo.

Beijinho amigo

Pinguim Alegre disse...

Carissima anónima,

se eu acreditasse que todos nós temos essa humildade de perdoar... Como seria tão diferente a minha vida...

Bjs

Pinguim Alegre disse...

Querida fá menor,

os «ses» fazem parte daquilo que sou...
Talvez porque eu não tenha ainda traçado a rota do meu barco...

Bjs

Pinguim Alegre disse...

Carissima Mariana,

ao ler o teu comentário pensei duas coisas: :)

1ª- Que este desafio (o Blog) não baixou a exigência nem a responsabilidade, apesar do meu "afastamento"... E isso é graças a ti e a todos os que ainda aqui vêm e partilham as suas opiniões.

2ª- Obrigado!

Bjs grandes!

Pinguim Alegre disse...

Querida Aninhas,

quando a minha vida estava cinzenta, estendeste-me a mão (tu e a tua paroquia, na pessoa do prior)... Hoje que a minha vida volta a ter esses tons, voltas a dar-me a mão e a rezar por mim...
Que Deus te guarde e proteja.

Um enorme abraço deste teu amigo!

Anónimo disse...

Pinguim.....

So tu podes fazer que a tua vida seja diferente....
Acredita em ti! no que és! no que queres!
Sim capacidade de perdoar todos temos.... tu tambem a tens!

Beijo

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.