terça-feira, 3 de março de 2009

Faz toda a diferença...


Sempre pensei que um Homem era aquilo que sonhava. Então decidi que viveria de acordo com o que sonhava mas depressa percebi que não era suficiente…
Então, decidi viver de acordo com aquilo em que acreditava, as minhas verdades, erradas algumas, é verdade, mas mesmo assim decidi arriscar. Porém, isso não era suficiente, não era totalizante…
Existiu um momento em que decidi viver no meio-termo, nem quente, nem frio, só morno… E quando tive que escolher, então percebi que este também não era o meu caminho…
Foi então, que me obriguei a parar e a serenar o coração, porém esta paragem obrigou-me arrumar assuntos dentro de mim; outros porém tive de os “arrancar” do coração, por maior que fosse o sofrimento. Mas se queria serenar o coração, então era preciso primeiro libertar-me de todos os atilhos que me prendiam. Era preciso arrumar tudo e fechar portas que tinham ficado até então entreabertas.
O tempo ia passando, mas dentro de mim ia crescendo uma serenidade e uma harmonia que não existia há muito tempo.
E com a cabeça e o coração a falar a mesma linguagem, compreendi que a minha vida tem de ter sonho; emoção; paixão; dor; sorriso; lágrimas; abraços; dúvidas; certezas; etc.
Que não importa se hoje tenho vontade de ficar, porque existirá um momento em que quero ficar;
Que irão sempre aparecer novas pessoas mas que outras que conheço à anos, também irão partir;
Que existiram dias de paz e outros de guerra;
Que existirão dias em que andarei nas nuvens, mas também haverá outros em que me irei arrastar pelas suas horas.
Que não importa o que sinta ou que pense, o Mundo não irá parar a sua marcha por minha causa.
Mas descobri que por mais voltas que a minha vida possa dar, Tu caminhas sempre comigo!
E isso faz toda a diferença…
Uma braçada amiga

4 comentários:

Gente comum disse...

"sei que és o meu melhor Amigo..."

Anónimo disse...

Querido Pinguim,

É bem verdade! Essa é, a diferença entre VIVER ou ir sobrevivendo, não é?

Um abraço,
Mariana

Pinguim Alegre disse...

Se eu pudesse gravava um cd so com musicas que voces cantam e que tanto mexem comigo...

:)

Um beijo grande

Pinguim Alegre disse...

Querida Mariana se é a diferença não sei. Mas sei dizer-te que para mim faz toda a diferença, se faz...

Um beijo grande

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.