quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Um pequeno detalhe...

A vida humana é feita de imensas etapas; de inúmeras experiências; de variados momentos; de indefiniveis sensações; de um sem número de casos; de uma porção indeterminável de pessoas.
Mas o mais estrondoso, é perceber que todas as situações à pouco indicadas, nenhuma delas acontece da mesma forma a nenhum de nós.
Podem ser parecidas... Podem!
Mas se as analisarmos, veremos que são os seus detalhes, que as tornam tão distintas.

Não é a grandeza ou a intensidade (até porque não existe nenhuma máquina capaz de os medir) do Amor, que nos marca. São os detalhes da vivência deste sentimento, que nos faz sentir amados, desejados e tantas vezes especiais.
Não é a quantidade de tempo “gasto” com uma pessoa, que a torna mais ou menos nossa amiga. É antes, um abraço cúmplice; a honestidade em determinados momentos; a partilha sincera; que nos faz confiar e sentir que é nosso(a) amigo(a).

Então, questiono-me:
“Se um pequeno detalhe, faz tanta diferença. Porque teimamos em ver só os grandes?”

Um abraço

12 comentários:

Fénix disse...

Grande texto...e grande verdade!
Existem pequenas coisas que fazem toda a diferença e são as mais bonitas...

Kisses*
Fénix*

Rafeiro Perfumado disse...

Um pequeno detalhe é cá um destes pleunásmos. Ou já viste algum detalhe grande? ;)

Abraço!

Anónimo disse...

Olá Pinguim,

Mas também podemos ver as coisas de outro ponto de vista: porque é que teimamos em chamar pequenos detalhes a algo tão gigante e diferenciador?
Um abraço,
Mariana

Jô disse...

Olá, Querido Pinguim
Será k se disser como verdadeiramente entendo, e forçosamente sou "obrigada" a concordar com este magnifico texto, estou a ser presunçosa demais?!LOl... Como me parece familiar este texto, pk será?!? LOl, É tão bom quando um Amor se transforma numa verdadeira amizade, não numa amizade diária, não numa amizade baseada nas cobranças mas, numa amizade cúmplice, onde não são precisas palavras pro outro perceber o k outro ker dizer, uma amizade em k um sorriso, verdeiramente, expressa todo um imenso reportório...é tao bom :)!!! Arrisco-me a dizer k é nestas alturas k se percebe o k foi, ou nao, um grande Amor. Será k estou certa?! Lol
Bjinho***

P.S. só pra nao se keixar k os comentários são menos k as pessoas k por aqui passam, hj passei e deixei o meu!

Miss Violet disse...

Muito bom seu texto.

Beijos

Aninhas disse...

Talvez porque o que vale mais deve ser «visto» com o coração...
Porque o coração se detém nas pequenas e simples coisas. Já os olhos...

Um beijo,

Aninhas

Pinguim Alegre disse...

Carissima Fénix,

Às vezes parece que nos esquecemos disso.

Um beijo

Pinguim Alegre disse...

Carissimo Rafeiro,

se tiver de usar muitos pleonasmo para que a ideia fiquem bem presente... Então é isso que farei! :)

Um abraço

Pinguim Alegre disse...

Carissima Mariana,

à quanto tempo! :)
Porque o Homem teima em olhar só para as grandes obras, para os grandes sentimentos, etc.
E afinal, quem não é fiel às pequenas coisas, também não será nas grandes!

Um beijo

Pinguim Alegre disse...

Carissima JÔ,

o prometido é devido! :)
O que te posso eu dizer? Senão que tens razão naquilo que escreves. :)

Um beijo

Pinguim Alegre disse...

Carissima Miss Violet,

Obrigado pela visita e pelas suas palavras.

Um beijo

Pinguim Alegre disse...

Querida Aninhas,

pois é... Quase que arrisco a dizer que "o essencial é invisivel aos olhos"

Um beijo

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.