quinta-feira, 3 de abril de 2014

Amor...

Porquê teimamos em quantificar/ medir o amor?
Porquê que insistimos em racionalizar o amor?

Pode porventura o oceano ser mensurado?
Pode por acaso o vulcão ser controlado?

Não!

Então porque teimamos em definir o maior sentimento, o Amor?
O Amor não são palavras...
O Amor não é medível...
O Amor não é uma troca...

O Amor é uma dádiva...
O Amor é vida feita de gestos simples...
O Amor é entrega em cada momento...

O Amor é viver mais do que dizer...


Sem comentários:

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.