quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Porque bates tu?

Porque bates tu?
Por onde me queres levar?
Porque teimas em manter-me vivo?
Porquê?

Porque bates tu?
Se tudo à minha volta não faz sentido.
Se tudo o que tenho é o ar que respiro.
Se a dor de não o ter é maior que tudo.

Porque bates tu?
Se me arrasto nos caminhos.
Se nada me motiva.
Se nada me sustenta ou me prende.

Porque bates tu?
Porque teimas em erguer-me?
Porquê?

Olha para nós...
Tu que pulsas ai dentro...
Não vês?
Não sentes?

Então porque contínuas?
Não existem momentos.
Não existem dias.
Não existem horas.
Minutos ou segundos
Que eu me esqueça dele...

É esta saudade,
É esta melancolia,
É esta ausência,
É a falta de o ver crescer,
De o ver sorrir,
De estar com ele,
De o ver correr,
De sentir o seu abraço,
De ouvir a sua voz a chamar-me "pai".
De sentir o seu toque....
É isso que magoa-me!
Percebes?

Então...
Porque insistes tu em bater...
Porquê?

Não compreendes?
Não sentes?
Então para quê continuar?

12 comentários:

Fa menor disse...

Meu querido...
Não pude evitar que as lágrimas me saltassem...
Não desesperes nunca! Luta! Não te deixes abater... please!
Peço a Deus por ti, acredita!

Beijinhos

Fa-

nMAC disse...

Há sempre uma razão...

Um abraço.

Ps. Tenho saudades das favas com chouriço! lolada!

Gente comum disse...

Compreende...
Sente...
Continua...
Porque é um coração grande que
espera...
confia...
acredita!

Acho que já uma vez deixe aqui "isto", mas... cá vai novamente:

«Ó Deus, junta em ti os meus pensamentos. Em ti encontro a luz, tu nunca me esqueces. Em ti encontro o socorro, em ti encontro a paciência. Não compreendo os teus caminhos, mas tu conheces o meu caminho.»
(é de um cântico de Taizé)

Um beijo grande

Anónimo disse...

Ja tinha lido varios artigos, gosto do teu blog mas acho um blog impessoal se nao contem artigos proprios.
Gostei deste poema se nao e' indiscrição o que te serviu de inspiração ?

Cumprimentos.
Ana

um pouco de... disse...

ana,

não consigo ver qualquer coisa de impessoal neste blog?
como é que se pode gostar de um blog e dizer que ele é impessoal?
o que é que queres dizer com falta de artigos próprios?

Cumprimentos;
Um pouco de....

Anónimo disse...

Um pouco de ... palavras, escrevi rápido e não coloquei pontos, e fiz uma sintese. O que queria dizer é o seguinte um blog é como um diário, no diário não escreves cópias de outros artigos, podes fazer referências mas colocas a tua vivencia sobre o assunto. O que se passa com frequência: é fácil ter um blog se nos limitar-mo-nos a fazer um copy-paste agora escrever, relatar, comentar criar isso sim é um blog. O que me referia a este blog é que gostei de ver um poema criado pelo autor invez de copy-pastes como vejo com frequência (referia-me na generalidade) dai a ter perguntado qual a inspiração ou o significado por trás do poema.

Ana

um pouco de... disse...

ah bom, agora percebo!
nesse caso tenho que pedir desculpa!
no entanto, ainda que o copy-paste não seja sinal de originalidade, a verdade é que muitas vezes, conseguimos definir o nosso dia em citações de outras pessoas! mas não te tiro a razão!

cumprimentos;
PAbreu

Pinguim Alegre disse...

Querida fá -,

existem dias, horas em que as saudades são maiores que qualquer coisa.
E no dia em que escrevi o post, foi um desses dias.

Bjs grandes

Pinguim Alegre disse...

Querido nmac,

é uma verdade... Embora não a conheça...

lolada

Um grande abraço

P.s. tive de mudar o prato!

Pinguim Alegre disse...

Querida gente comum,


Sempre uma palavra amiga.
Obrigado pelo apoio.


Beijos grandes

Pinguim Alegre disse...

Carissima Ana,

Fico lisonjeado por saber que lês o blog e que gostas.

A inspiração que sustenta todos os textos quer originais ou copiados, é sempre o meu estado de espirito, aquilo que sinto.
E se encontro um texto ou uma citação que se enquadra comigo, ou com aquilo que estou a sentir ou a viver, então coloco-o no blog. Da mesma forma se sinto inspiração para escrever, faço-o.

Ao ler o teu primeiro comentário, confesso que fiquei a pensar... Naquela história do impessoal; na parte do copy-past. Mas creio que já percebi depois da tua resposta ao meu amigo PAbreu. E podes achar maluqueira mas tu fizeste-me ver todos os post's e ver aqueles que tinha "colado" e aqueles que tinha sido de inspiração...
E vi que apenas 17% dos post's tinham sido "colados"...

Obrigado por isso. :)

Pinguim Alegre disse...

Carissimo Um pouco...

Obrigado pela defesa! lolada!

Um grande abraço

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.