sábado, 8 de dezembro de 2007

Esta dor que carrego comigo

Não existe dor maior do que esta que trago no meu peito.
Não é uma dor de culpa
Não é uma dor de perda
Ou até mesmo de arrependimento.

Esta dor que carrego comigo.
É uma dor de não te poder aconchegar,
quando pelo teu rosto correm duas lágrimas.
É uma dor de não te poder abraçar eternamente,
quando me dás um abraço e me dizes "papá!"

Esta dor que carrego comigo.
É uma dor de desilusão,
Quando te vejo e penso que não merecias passar por isto...
É uma dor de perda,
Quando é o tempo dos homens que dita o nosso tempo...

Esta dor que carrego comigo...
É uma dor de morte,
Quando sei que me amas e que eu te amo, mas...
É uma dor de agonia,
quando penso em ti e naquilo que podes estar a dizer, a fazer ou descobrir...

Esta dor que carrego comigo...
Que me consome lentamente, como se todo o meu ser fosse um tronco que arde numa lareira numa noite fria de Dezembro.
E é este consomir-se que me consome, que não me mata mas que me vai moendo...

Um beijo para ti meu piratinha!

8 comentários:

Fa menor disse...

Meu querido amigo...
faltam-me as palavras para te confortar...
só te posso dizer que fiquei triste também... Mas tem confiança em Deus, entrega-te e entrega-o nos Seus braços. Hoje, dia da nossa Mãe Imaculada, não tenhas medo de recorrer a Ela e pedir-lhe que vele por vós!

Beijinhos

Fa-

um pouco de... disse...

Acabo por partilhar no meu dia-a-dia toda esta dor que carregas, ainda que não me seja possível carregá-la por ti... compreendo tão bem aquilo que dizes!
Um grande abraço!

Gente comum disse...

Um beijo bem grande...

Pinguim Alegre disse...

Minha querida amiga Fá -,

ao longo deste mês e meio, não faço outra coisa que não seja confiar n'Ele.
Mas sou humano, tenho sentimentos, tenho saudades, tenho desejos, etc.
E existem momentos em que não os consigo acalmar ou calar. E este foi mais um momento...

A tua "presença" já um conforto!

Bjs

Pinguim Alegre disse...

Meu amigo um pouco...,

Amor de pai, é por isso que a compreendes!
Esta dor é só minha e só eu a posso carregar, mais ninguem.
Mas tu tens sido um grande aparo!

Obrigado por tudo "meia leca!" :)

Um grande abraço

Pinguim Alegre disse...

Minha querida Gente Comum,

este beijo aquece este coração!

Um enorme abraço e grande beijo

Jô disse...

porque não posso suportar por ti, mas posso suportar contigo...

a qualquer hora, a qualquer altura..

tu, Ele, eu e muitos mais... sempre contigo! ;)

Para momentos como este, um beijinho grande, num abraço apertado...*

Pinguim Alegre disse...

Querida Jô,

talvez quisesse responder-te ao comentário de uma forma mais...

OBRIGADO!

Esta é a palavra que brota deste coração!

Um beijo grande "NK" ;)

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.