domingo, 4 de maio de 2008

Apenas um EU!



Apenas existe este eu...
Que ninguém vê...
E que vagueia pelo Mundo...

Um eu...
Onde a dor vive,
Onde a tristeza habita,
Onde o vazio preenche,
E o nada sustenta tudo!

Um eu...
Que existe sem perceber,
O porquê,
E o para quê.

Um eu...
Que se arrasta de dia,
E se esconde de noite.

Um eu...
Que percorre um mundo,
Sem sentido,
Sem sonhos,
Sem nada.

Um eu...
Que não se reconhece,
Que não se importa,
Que não acredita.
Mas que se dá!

Um eu...
Que sou eu e és tu.


Uma braçada amiga

10 comentários:

Fa menor disse...

Realmente...
"Um eu
que sou eu e és tu"...

Quantos eus à nossa volta que precisam de um outro eu... que se lhes dê!

Conheces aquele cântico:

"Se eu penso em mim
tu ficas só
se eu penso em ti
seremos nós
e a tua dor vai acabar
e eu mais seguro vou caminhar"
?

No mundo temos que seguir de mãos dadas
que ninguém se sinta um "eu" sozinho.

Bom domingo e boa semana
Beijinhos

Gata Verde disse...

Very poético!!!

Beijocas inclinadas

Letinha disse...

é tudo muito bonito de se ler...mas é mau saber que alguem se sente vazio....

beijo

leta

Enfim... disse...

formam um todo

lindooo

beijinhos

Gente comum disse...

um beijo muito amigo...

Ana

Pinguim Alegre disse...

Querida fá-,

não conheço a música mas tem uma letra muito bonita.

Bjs grandes

Pinguim Alegre disse...

Querida gata verde,

obrigado pelo elogio... :)

Bjs grandes

Pinguim Alegre disse...

Querida Leta,

Nem sempre aquele que escreve se sente assim... Talvez conheça alguém que se sinta assim...

Beijo

Pinguim Alegre disse...

Querida enfim...

o teu segundo comentario no meu espaço! Que agradavel surpresa.

Bjs

p.s.- obrigado pelo comentario anterior.

Pinguim Alegre disse...

Querida Aninhas,

tambem te envio um beijo mto grande minha querida amiga.

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.