quarta-feira, 5 de novembro de 2008

"A vida não é justa..."



Sempre aprendemos que «quem vê caras não vê corações», mas pensei que entre amigos se via ambos, que um amigo não é aquele que concorda sempre contigo.
Mas que é verdadeiro, é honesto e acima de tudo é sincero e frontal contigo.
Sempre pensei que uma amizade, nem poderia (e não pode) ter como base o egoísmo ou materialismo.
Mas um dia quando nos percebemos que uma pessoa de quem gostamos de verdade, que consideramos um amigo, uma pessoa que considerávamos da nossa família. Afinal não se alegra com a nossa felicidade, que à nossa frente diz um coisa e por trás outra. Que é capaz de nos «rotular» à frente de outros…
Isso cria-nos um enorme vazio, uma desilusão desmesurada, um «Porquê» sem compreensão…
Porque para mim, um amigo é um bem precioso, com quem sou capaz de rir e chorar, de brincar e de falar sério, de ser meigo ou muito rude.
Mas se o considero um amigo, é porque o amo. E é esse sentimento que parece que nos foge debaixo dos pés e nos leva a dar um enorme tombo…
E agora…
Conseguirá a amizade suportar tamanha traição?
E o relacionamento conseguirá ser o mesmo?

Tenho dúvidas…

Uma braçada amiga

8 comentários:

Fa menor disse...

Amigo, aprende! Há amizades que só o são até que outros interesses se sobreponham! É triste, mas é assim...

Beijinho de amizade!

Gente comum disse...

Quanto maior a amizade, maior a dor.. mais dificuldade há no retorno à "normalidade".
Com o tempo, a dor vai suavizando e surge o perdão. Não quero dizer que tudo volta a ser como dantes... tal pode não acontecer. Aquele que consideravas (se calhar ainda o vês assim)amigo passa a ser uma calma lembrança.
Eu vivi uma experiência semelhante e foi o que aconteceu comigo.
Também te digo que a Oração foi uma ajuda inportantíssima para me ajudar a serenar, a perdoar, a seguir em frente.

Mas somos todos diferentes uns dos outros...

Um beijo grande

Amigo disse...

É isso mesmo... "quem vê caras, não vê corações"

Sem duvida alguma, que a traição de um amigo doi... doi mesmo muito!
Infelizmente, cada vez mais existem amigos "fantasia"... amigos verdadeiros, são cada vez mais dificeis de encontrar.
Mas quando realmente o amigo que nos magoa é importante para nós, aí podemos sempre confronta-lo e ouvi-lo e quem sabe ate perdoar... mas acredito que não volte mais a ser igual a amizade existente...

Sentis-te o calor?!
Foi um XI-CORAÇÃO AMIGO

Beijo

Marco Rebelo disse...

o mais importante é respeitares a tua vida :)

Pinguim Alegre disse...

Querida fá menor,

Tenho pena disso, sabes...
Pensava que um amigo ou uma amizade tinha mais força...

Beijos grandes

Pinguim Alegre disse...

Querida gente comum,

Talvez o tempo acalme tudo...
Mas também sei que esse mesmo tempo não cura tudo...

Mas terei em conta a sugestão.

Um beijo grande

Pinguim Alegre disse...

Querida "AMIGO"

:)

Senti o calor desse abraço.

Obrigado

Beijos grandes

Pinguim Alegre disse...

Carissimo Marco Rebelo,

é verdade o que dizes,
mas se da minha vida fazem parte os meus amigos?!?
E se eu os respeito, porque não fazem eles o mesmo?

Um abraço

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.