sábado, 29 de agosto de 2009

Leva-as o vento

Porque ousámos dizer “faz o que eu te digo, não o que eu faço”.
Será que somos duas pessoas diferentes e autónomas?
Será que não devia existir coerência entre palavras e gestos?
Será que dizemos isto, mais do que um conselho aos outros, como sendo uma forma de nos desculparmos e dessa forma nos desresponsabilizarmos?

Quando na verdade, aquilo que nos marca, nos converte, são os gestos, as atitudes, as acções. Porque as palavras... Essas leva-as o vento!

Um abraço

4 comentários:

Fénix disse...

Pronto!
Mais nada!
Chegou e disse =P LOL

É verdade, o que realmente marca são gestos e atitudes...algumas vezes as palavras... mas as acções...essas...

Kisses*
Fénix*

Anónimo disse...

Querido Pinguim

Mas se fossemos assim tão coerentes.... talvez não fossemos tão humanos, não?

Um abraço forte,
Mariana

Gata Verde disse...

O Pinguim chegou e disse!!
Estás coberto de razão!

beijo

Fénix disse...

Caríssimo Pinguim: respondendo à tua questão, sou da área do social =P

Kisses*
Fénix*

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.