sábado, 30 de novembro de 2013

Passam as horas, os minutos.

Mas não passa o sentimento.


Sucedem-se os dias, os meses.

Mas continuas presente em mim.


Voam os pensamentos, os gritos da alma.

Mas está enraizada em mim a vontade de estar contigo.


Domino as lágrimas e a tristeza.

Mas não controlo esta tua ausência.


Uma braçada amiga

Sem comentários:

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.