sexta-feira, 1 de junho de 2007

Ser somente o que sou..


Ser somente o que sou...


Sou criança e não quero deixar de ser...
Quero viver todo meu viver,
assim como sou e como estou:
rindo, chorando e brincando na calçada do tempo;
fazendo do meu pensamento o instante mais puro da felicidade,
indo ao encontro do que se chama amor.
Não me importo com a idade, minha companheira.
Não me importo com o que pode ser e o que não é.
Quero ser somente o que sou.
Com o que posso sentir;
Com o que quero sorrir;
Com o vestido da noite a me servir
e o véu do dia a me cobrir.
Não tenho referência de tempo ou de lugar.
Traço o caminho e nele cavalgo na beira do mar.
Durmo na relva da estrada do contentamento,
onde o encantamento proclama a chama de um instante duradouro;
onde a voz da paz é o tesouro a ser descoberto;
onde bem perto a poesia ensina o segredo de um querer a se querer;
que nasce bem dentro, sem parar,
embora já esteja ali bem guardado.
Mesmo assim vou até o fim
para me encontrar e ser
encontrado.

José Ventura Filho

Uma braçada amiga
P.S."Aprendemos a ser filhos quando somos pais e aprendemos a ser pais quando somos avós!"

6 comentários:

Sandra disse...

:))

era tum benito q cada um fosse ele próprio né??

q giro "gajinho de 4 oyos a preto e branco", sempre disse q só se dava o verdadeiro valor aos nossos pais quando xegasse a nossa vez de sermos, essa dos avós desconhecia :) mas curti mui, pq isso ker dezer q um dia ainda vou aprender a amar mais ainda :))

xinhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus pa tu da lua

Rafeiro Perfumado disse...

Afinal sempre há alguém inteligente na família... ;)

Sandra disse...

:))

ó rafeirola já tibes te o prazer damandar o gajo á áugua gelada?? ataum manda clicando lhe algumas vezes :)))))))

Pinguim Alegre disse...

Oh Olho verde com salpicos castanhos, estás a ver mais uma coisa que aprendeste aqui no pinguinário!

Rafeiro, pessoas com juizos lá em casa é coisa que nao falta... Lolada! Começando no pai, passando pela mãe e acabando no filho... Todos tem juizo... lolada

mulher do torero disse...

Nem sabes o quanto essa frase faz sentido quando já somos pais, tenho um menino de 4 anos e é impossivel não aprender isso no dia a dia.

Pinguim Alegre disse...

Mulher de torero bem sei o que dizes...
Afinal tenho um mais pequeno mas tambem aprendo todos os dias.

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.