terça-feira, 1 de janeiro de 2008

Anjo triste

Que dor é esta que não se cala?

Que dor é esta que não me mata,
mas que me destrói.
Que o sorriso disfarça,
mas que o coração sente.
Que dor é esta?
que é capaz de me encher de coragem
e capaz de me prostrar por chão?
Que dor é está?
Que me queima o coração,
e me destrói a alma.
Que não tem hora, nem espaço.
Desaparece por momentos e dura dias.
Que mergulha a minha vida neste caos e nesta desordem.
Que dor é esta?
Que ninguém vê,
mas que sinto dentro de mim.
Que me arrasta para esta noite
onde ela é rainha e senhora...

QUE DOR É ESTA QUE NÃO SE CALA?

Será raiva?
Será tristeza?
Será vergonha?
Será medo?
Será solidão?

Não sei,
só sei que esta dor,
me está a consumir e a matar!
Que ela me faz desejar o mais absurdo!
Que me fere cada vez mais fundo...

Que dor é esta que não se cala?

Uma braçada amiga

16 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Estarás sentado em cima de algum prego, talvez?

Jove, um 2008 sem dores, a ver se é este ano que passamos a colegas!

Grande abraço!

nMAC disse...

Não te consome sózinho, pois ao partilhares essas emoções me fazes sentir também...

Um grande e apertado abraço, amigo!

Ps. Desculpa a trabalheira, mas é por uma boa causa!! Lol! :)

Gente comum disse...

Um grande, grande beijo...

Fa menor disse...

A dor é sinal de que estás vivo!
Mas não deixes que ela te destrua... dá tu cabo dela! Força!

Gata Verde disse...

Adivinha quem eu sou!
Vou dar-te uma pista...já me conheces desde o ano 2000.
Confuso?
Outra pista...tenho muito em comum com um jove que comentou neste teu post!!!!

Uma grande beijoca.
Neve em FEV?

CresceNet disse...

Gostei muito desse post e seu blog é muito interessante, vou passar por aqui sempre =) Depois dá uma passada lá no meu site, que é sobre o CresceNet, espero que goste. O endereço dele é http://www.provedorcrescenet.com . Um abraço.

BP disse...

Não sabia que tinhas blog... 'Tá nice! Visita o meu! ;)

Um abraço

Pinguim Alegre disse...

Caro jove rafeiro,

Talvez a dor do prego fosse menos delorosa...

Isso seria uma enorme honra para mim!

Um grande abraço

Pinguim Alegre disse...

Caro nmac,

Li à dias num daqueles livrinhos de bolso, que quando partilhamos aquilo que nos preocupa, essa preocupação torna-se mais leve. E é isso que faço partilho, não na busca de comentários mas sim de de a tornar mais leve!

Obrigado por a partilhares cmg...

Aquele abraço

Pinguim Alegre disse...

Querida Gente Comum,

Um beijo maior para ti!

:)

Pinguim Alegre disse...

Querida fá-,

é verdade que é sinal que estou vivo. Mas é preciso aprender a viver com ela... E ainda não sei. Estou aprender!

Obrigado!

Beijos

Pinguim Alegre disse...

Querida Gata Verde,

Claro que sei que és! :)

Obrigado por visitares este pequeno espaço!

Beijos grandes

É uma grandeeeee possibilidade!:)

Pinguim Alegre disse...

Carissimo CresceNet,

Sê benvindo a este pequeno espaço.
Claro que irei passar, já estas adicionado ao meu Mar de pesca!

Um grande abraço

Pinguim Alegre disse...

Carissimo BP,

Benvido!
Eu já conheço o teu espaço! :)
Existem muita coisa que não sabes nem conheces... Lolada!

Um grande abraço

Anónimo disse...

Como tive oportunidade de te dizer achei este texto lindo (aliás nunca me desiludiste). Pegando no que disseste ao Rafeiro Perfumado, a dor física realmente é menos dolorosa... obrigada por estares aí.

Lisbo@

http://conversadeloira.blogs.sapo.pt

Pinguim Alegre disse...

Carissima Lisbo@, como te disse, fico feliz por saber que te identificas com o texto. :)

Obrigado pela confiança!

Bjs

"Podemos converter alguém pelo que fazemos nunca pelo que escrevemos."

H.P.